O Grupo de Pesquisa em Políticas e Economia da Informação e da Comunicação (PEIC),  formado em 1995, busca integrar pesquisa, extensão e docência, com o propósito de contribuir para a produção, circulação e socialização do conhecimento bem como para construir pontes de colaboração entre os distintos atores sociais que partilham o incômodo frente à dura realidade de exclusão comunicacional e concentração econômico-política do mercado de comunicações hoje.

https://peicpesquisa.wordpress.com/


Ologotipo-ulepicc Capítulo Brasil da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (ULEPICC–Brasil) foi fundado em março de 2004. Visa reunir pesquisadores e profissionais atuantes na Economia Política da Comunicação, da Informação e da Cultura.

                                                                                                                              http://www.ulepicc.org.br/


cnpq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), tem como principais atribuições fomentar a pesquisa científica e tecnológica e incentivar a formação de pesquisadores brasileiros.

                                                                                                                                                          http://cnpq.br/


A Coordenação de Acapesperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação do Ministério da Educação (MEC), desempenha papel fundamental na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). Em 2007, passou também a atuar na formação de professores da educação básica ampliando o alcance de suas ações na formação de pessoal qualificado no Brasil e no exterior.

 

                                                                      http://www.capes.gov.br/


compos

É uma sociedade civil, sem fins lucrativos, congregando como associados os Programas de Pós-Graduação em Comunicação em nível de Mestrado e/ou Doutorado de instituições de ensino superior públicas e privadas no Brasil.

                                                                                                                        http://www.compos.org.br/


intercom

A Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação . A entidade estimula o desenvolvimento de produção científica não apenas entre mestres e doutores, mas também entre alunos e recém-graduados em Comunicação, oferecendo prêmios como forma de reconhecimento aos que se destacam nos eventos promovidos pela entidade.

http://www.portalintercom.org.br/


A Associação Brasileirasbpjor de Pesquisadores em Jornalismo busca agregar estudiosos de uma área específica do conhecimento e tem como propósito estimular a articulação de uma rede nacional de pesquisadores em jornalismo a fim de que se possa constituir um lugar privilegiado, tanto para a apresentação de trabalhos, quanto para a formação de redes para pesquisas específicas. 

                                                                                                                                                                                         http://sbpjor.org.br/sbpjor/


400dpiLogo

A Rota do Carcará é uma empresa que trabalha a promoção turística de destinos do interior do Nordeste com a missão de contribuir no desenvolvimento sustentável da região. Administrada pelos pesquisadores Nícolas e Marta, é uma startup de jornalismo em busca de sustentabilidade social e financeira.

 

                                                                         https://rotadocarcara.com.br/


 

Logo-Ocorre-Diario

O OCorre é um site em formato de portal de notícias e que também tem presença nas redes sociais. Funciona de modo colaborativo e sem hierarquia funcional. Agrega diversos ativistas sociais das mais diferentes causas. São, em essência, militantes sociais, comunicadores populares e jornalistas, que encontraram na comunicação e no jornalismo uma forma de insurgir contra ataques e violações aos direitos humanos sofridas nas periferias, produzindo conteúdo jornalístico, associado à estratégias de autodefesa e resistência.

 

https://ocorrediario.com/

 

 



A ANDI é uma organização da sociedade civil, sem fins de lucro e apartidária, que articula ações inovadoras em mídia para o desenvolvimento. Suas estratégias estão fundamentadas na promoção e no fortalecimento de um diálogo profissional e ético entre as redações, as faculdades de comunicação e de outros campos do conhecimento, os poderes públicos e as entidades relacionadas à agenda do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos nos âmbitos nacional e global. Sua missão é contribuir para uma cultura de promoção dos direitos humanos, dos direitos da infância e da juventude, da inclusão social e do desenvolvimento sustentável a partir de ações no âmbito do jornalismo.

https://www.andi.org.br/


O Observa é uma plataforma online onde podem ser feitas diversas consultas sobre a situação dos cuidados à primeira infância no Brasil. São apresentados no site os indicadores nas áreas de Assistência Social, Educação e Saúde dos 5570 municípios brasileiros. Também estão disponíveis os Planos Municipais pela Primeira Infância e uma Biblioteca Digital com milhares de publicações sobre cuidado a crianças entre 0 e 6 anos. O Observa é uma iniciativa da ANDI – Comunicação e Direitos e da RNPI (Rede Nacional Primeira Infância)

https://rnpiobserva.org.br/